Receba as atualizações, novidades, lançamentos, dicas, artigos e muito mais! Inscreva seu e-mail:

18/06/2012

Como está sua relação com a balança?


Olá meus leitores amados! Gostaria de agradecer o carinho de vocês e dizer que este blog só tem razão de existir, porque vocês o acompanham.

E hoje, gostaria de abordar um assunto de fundamental importância no processo de emagrecimento e manutenção do peso: Pesar-se.

Vamos refletir um pouco sobre isso?

Pois bem, assim como comer de 3 em 3 horas, fazer um diário alimentar, escolher melhor a qualidade dos alimentos, beber muita água e planejar a alimentação, a pesagem também faz parte, pois os ponteiros da balança são os indicadores positivos ou negativos das ATITUDES que se teve para com a alimentação.

Muitas pessoas têm medo, raiva ou horror da balança. Deprimem-se se ela não aponta um resultado que estavam esperando e em muitos casos abandonam a reeducação alimentar por conta disso.

Precisamos encarar os fatos, pois a culpa dos ponteiros subirem não é da máquina... é da pessoa, que provavelmente não teve comportamentos adequados em relação à alimentação (exceto em casos de retenção de líquidos, como por exemplo na fase da TPM, efeito platô, dentre outras condições orgânicas ou de saúde, que não se relacionam com ATITUDES, que  alteram o peso), a balança reflete as ações da pessoa em forma de kgs...

Ela deve ser usada justamente como um termômetro para nos indicar se estamos caminhando na direção certa ou não. Após pesar-se é importantíssimo sentar e analisar as atitudes alimentares que ajudaram a perder peso ou as atitudes que colaboraram para aumentá-lo, deste modo se tem a oportunidade de corrigir os erros e seguir adiante de uma forma diferente. 

Certamente a balança não deve ser utilizada todos os dias, devido as variações naturais do organismo, mas uma vez por semana, talvez seja um período considerável para avaliarmos nossa conduta alimentar. Dependerá de você usar a balança contra ou a seu favor.

Então, que tal fazer as pazes com a balança?




Abraços e uma semana light...

Psicóloga Clínica Carla Presutti

 “Não faça dieta. Mude hábitos!”

4 comentários:

  1. Oi Carla!

    Realmente adotar comportamentos inadequadas fazem encontrar o que se deseja perder. Mas dispor-se não só a eliminar, mas modificar conduta e postura diante da vida e aceitar que tudo requer um ritmo, dá até para compreender melhor a si próprio e as variações temíveis: eu passei por um processo infeccioso e mesmo mantendo a rotina, conquistei 2 Kg. Agora estand fora da medicação, consequentemente da retenção de líquidos, da infecção, cá estou novamente baixando os números.
    Outra questão da balança é não sair de balança em balança: sempre encontraremos diferenças pequenas e assustadoras dada a (des)calibração.

    Pois é, cá estou, um passo de cada vez, menos rebelde comigo... obrigada por compartilhar tão valiosos conhecimentos.
    Um abraço(sempre) fofinho!

    ResponderExcluir
  2. Oi Mary! Seu comentário é muito coerente. Obrigada por participar deste blog. Beijos pra ti também querida!

    ResponderExcluir
  3. Ah, eu também sou adepta desta ideia. Peso-me somente uma vez por semana e sempre na mesma. Sério, tem gente que se pesa todos os dias... nada a ver - já fiz isso tb ¬¬. Tem que ser com calma e sempre!

    ResponderExcluir
  4. Não me peso todo dia de jeito nenhum bem por isso mesmo!


    Bjs =)

    ResponderExcluir

Faça parte do Emagrecendo Com A Cabeça. Siga-nos!