Receba as atualizações, novidades, lançamentos, dicas, artigos e muito mais! Inscreva seu e-mail:

28/12/2012

Feliz 2013

Novo ano chegando... mas se você não mudar, não é o ano novo que mudará você... pense nisso e tenha um 2013 repleto de grandes conquistas!

♥ FELIZ 2013 ♥

Psicóloga Clínica Carla Presutti 
"Não faça dieta. Mude hábitos"

Pequenas atitudes, grandes conquistas

Engana-se quem pensa que para emagrecer é necessário grandes feitos. Pequenas mudanças em suas atitudes diárias, aos poucos vão fazer muita diferença na balança. Abaixo preparei um resumo de assuntos importantes sobre emagrecimento que publiquei ao longo de 2012. Confira:
 
A primeira coisa a se fazer é criar uma rotina alimentar, ou seja, planejar antecipadamente o que vai ser consumido. Você pode fazer uma tabela com os dias da semana, horários e cardápio. Isso pode evitar que você “coma a primeira coisa que vê pela frente”;


Estabeleça regras para si mesmo (a), por exemplo: Consumir doces, pizzas, churrasco e etc somente em “dia específico” e fazer o possível para não quebrar esta norma pessoal. Para isso na hora em que sentir vontade de comer algo fora do planejado (rotina alimentar) diga/ mentalize/ lembre-se que você já se programou, e que somente está adiando o dia de consumir o alimento mais calórico. Em seguida tire o foco da comida e envolva-se com outros prazeres. Visualize a frase: NÃO TENHO ESCOLHA, que significa que comer algo fora do planejado é como estar diante do farol vermelho, ou seja, não existe outra opção que se possa fazer, você é OBRIGADO (a) a parar;

Fracione as refeições em pequenas porções ao longo do dia. Comer de 3 em 3 horas lhe trará benefícios como: acelerar o metabolismo, ajudar na queima calórica, além de que na próxima refeição você estará menos faminto (a);
Coma DEVAGAR. Mastigue pelo menos umas quinze vezes o alimento. Dê atenção a tudo o que coloca na boca. Sinta a textura, gosto e cheiro do alimento;

Descanse os talheres no prato entre uma garfada e outra; 

Distribua alimentos saudáveis pela cozinha (mesa, fruteira e geladeira). Deixe-os acessíveis e não tenha estocado no armário os engordativos, principalmente tirando-os de seu campo visual. No dia planejado, vá e compre o alimento calórico que irá consumir, porém não compre porções extras e o que sobrar descarte;


 Mantenha o hábito de registrar TUDO o que você come ao longo do dia, anotando quantidade, horários e qualidade daquilo que ingeriu. Ao final do dia dê uma nota para si mesmo (a) e verifique se no dia seguinte você pode melhorar algo em seu comportamento alimentar. Não esqueça de se elogiar quando cumprir a maior parte da sua programação;

Ao longo do dia, todos os dias, faça exercícios de respiração profunda para lhe ajudar a relaxar. Inspire o ar suavemente e vagarosamente pelo nariz contando até dez e solte lentamente o ar pela boca, também contando até dez. Faça isso umas três vezes seguidas;

Beba muita água. Especialistas sugerem em torno de 8 copos ao dia, o equivalente à 2 litros. Nosso cérebro não distingue sede de fome e beber água lhe ajudará a discernir melhor;

Pratique atividade física constantemente e dê preferência àquelas que lhe são mais prazerosas;



Pese-se uma vez por semana, de preferência no mesmo dia e horário das pesagens anteriores. Utilizar a mesma roupa também colabora na precisão dos ponteiros. Use a balança a seu favor. Ela serve como um termômetro das suas atitudes, por isso não fuja dela!


Administre suas emoções, pois elas são vilãs da reeducação alimentar. Observe se a fome que está sentindo é física ou emocional e nunca alimente a segunda, pois favorece a instalação de um ciclo vicioso, devido o cérebro perceber o alimento como uma recompensa, fonte de alívio, prazer, dentre outros;

Diante da vontade de comer, quando sabemos que não é fome, pegue um papel e anote o que está PENSANDO, depois o que está SENTINDO e o que ACONTECEU. O próximo passo é analisar seus pensamentos. Observe se o que está passando pela sua cabeça é coerente, racional, realista e pode ser confirmado através de evidências concretas. Aprenda a identificar pensamentos distorcidos. Em seguida, escreva o que pode ser feito para solucionar o que está lhe causando desconforto emocional. Seja realista e verifique se a solução pode ser imediata, se ela depende só de você ou se precisará da ajuda de alguém;

Acredite: Os resultados vão aparecer, mas gradativamente conforme você for modificando hábitos. Costumo dizer que é necessário ter dois P’s: PACIÊNCIA e PERSISTÊNCIA. Fique seguro (a) de que se você está alterando comportamento, logo seu corpo e sua saúde se modificarão, é a lógica. 



Por fim, vale destacar que as informações acima não dispensam consultas com nutricionista e psicólogo, que certamente será de grande valia em seu processo de emagrecimento.


Mais uma vez aproveito para agradecer a companhia e o carinho de vocês. A todos, desejo que 2013 seja um ano de grandes conquistas e muito abençoado!

Forte abraço,

Psicóloga Clínica Carla Presutti

“Não faça dieta. Mude hábitos”

24/12/2012

Feliz Natal



Quero agradecer a todos que leem o blog, curtem a página no facebook, participa do grupo on line e me segue no twitter, pelo carinho de sempre.

Espero estar com todos neste próximo ano que já o declaro, ABENÇOADO!

Todas as publicações têm o objetivo de despertar em vocês uma nova consciência e de auxiliá-los na caminhada da reeducação de hábitos, a começar pela mente, pois é ela quem comanda os sentimentos e os comportamentos.



Minha dica de hoje é: Antes de desejar emagrecer, pense e queira mudar seu estilo de vida. Deseje cuidar melhor da sua aparência, mas não esqueça do seu interior. Aceite que para desfrutar de um novo estilo terá que renunciar aos prazeres imediatos e desenvolver paciência e persistência para que os resultados apareçam. Emagrecer será apenas consequência de outras mudanças que você fará em suas atitudes. 

Lembre-se disso na ceia de Natal. Lembre-se também que o mais importante é MUDAR HÁBITOS, pois você pode comer de tudo, mas não precisa comer TUDO o que está em sua frente.



A todos UM FELIZ NATAL LIGHT!

Forte abraço!

Psicóloga Clínica Carla Presutti

"Não faça dieta. Mude hábitos!"

Faça parte do Emagrecendo Com A Cabeça. Siga-nos!