Receba as atualizações, novidades, lançamentos, dicas, artigos e muito mais! Inscreva seu e-mail:

26/02/2013

Mude seu conceito de saciedade



Você já parou para avaliar sua fome, seja antes, durante ou após uma refeição?
 
Observar as reações físicas do seu corpo, o seu estado emocional e os seus pensamentos ao alimentar-se lhe ajudará a avaliar se está com fome física ou fome emocional, bem como perceber se já  está satisfeito (a) e assim monitorar a quantidade a ser ingerida e analisar se há a verdadeira necessidade de se alimentar em determinado momento.

Provavelmente você em algum momento enquanto comia se pegou pensando na comida que ainda iria repetir, bem como na sobremesa que iria comer, sem ao menos prestar atenção se já estava fisicamente satisfeito (a). Este comportamento é muito comum e sabotador também, pois a tendência é exagerar na ingestão sem ao menos raciocinar se existe a necessidade fisiológica para isso.


Ao longo da vida aprendemos de modo distorcido diversos conceitos. Um deles por exemplo, é de que para se sentir satisfeito (a) é necessário “comer bem”, cuja preocupação implícita é não ficar com fome, além de garantir uma boa nutrição ao corpo. Vemos muito este comportamento por parte dos pais em relação à alimentação dos filhos. Salvo às crianças que realmente não se alimentam adequadamente e precisam de incentivo para “comer mais um pouquinho”, boa parte é levada a consumir mais alimento por conta das preocupações dos adultos de que podem adoecer. Daí a crença errônea de que criança gordinha é criança saudável. 

Mas, o que é comer bem? É a ingestão de grandes quantidades? Creio que não. Ao meu ver, comer bem é comer as quantidades de alimento que o organismo necessita, isto é, equilibrando todos os grupos alimentares ao longo do dia.

 
Por isso que ao iniciar sua reeducação alimentar sugiro que você mude seu conceito quando olhar para o seu prato e pensar que há pouco alimento nele. Não há pouco alimento e sim a quantidade necessária para o seu corpo continuar funcionando bem.

Se você comer devagar e se concentrando nas sensações físicas, emocionais e aos seus pensamentos, além de notar a textura, o sabor e o cheiro do alimento, certamente se saciará com uma quantidade “menor” de comida. Afinal, repete-se o prato e exagera-se na quantidade, em muitos casos, devido à ansiedade e falta de atenção.

Para finalizar, vou deixar aqui uma tarefa para que você aprenda a identificar a fome da vontade de comer e consequentemente controlar a ingestão alimentar:

Cartão de monitoramento da fome
(Autora Judith S. Beck)
Hora
O que sinto no estômago
Força da fome
0 a 10
Antes do café da manhã


No meio do café da manhã


Imediatamente após o café da manhã


20 (vinte) minutos após o café da manhã





Antes do almoço


No meio do almoço


Imediatamente após o almoço


20 (vinte) minutos após o almoço





Antes do jantar


No meio do jantar


Imediatamente após o jantar


20 (vinte) minutos após o jantar



Lembre-se:

Fome = Jejum por várias horas
Vontade de comer = Não é fome, é uma IDEIA de comer
Desejo incontrolável = Urgência emocional intensa de comer

Forte abraço,

Psicóloga Carla Presutti

Quer ajuda para EMAGRECER? Conheça o PROGRAMA “NÃO FAÇA DIETA. MUDE HÁBITOS”!


25/02/2013

Pare de comer em pé



Um comportamento valiosíssimo é NUNCA COMER EM PÉ.


 O momento da alimentação precisa ser encarado como um ritual, onde vc irá comer bem devagar, sentado (a), prestando a atenção em cada garfada e notando cheiro, sabor e textura do alimento.

É simples assim! E funciona pra valer!

Quer aprender mais? Conheça o programa #NÃO FAÇA DIETA. MUDE HÁBITOS!# do Emagrecendo com a Cabeça

Acesse: ♥ Ajuda para EMAGRECER

Abraços,

Psicóloga Clínica Carla Presutti

04/02/2013

O que fazer para voltar à R.A. após as festas de fim de ano


Muitas pessoas têm desabafado comigo a respeito de não estarem conseguindo retomar a R.A. após as festas de fim de ano. E olha que já estamos na semana do carnaval! 

 
Sair da rotina atrapalha um pouco, porque perdemos o “embalo”, mas não é o fim do mundo. Eu diria para retomarem de onde pararam, pois não há segredos ou fórmulas mirabolantes. 

Reservem um momento a sós consigo próprios, peguem um caderno, que insisto em dizer que deve ser um companheiro de registros diários e anotem:

Seus motivos para emagrecerem;

Pensamentos/ Sentimentos e Atitudes que não estão lhe ajudando a dar continuidade na R.A.;

 Por quais atitudes começar a retomar;

Eliminar todo alimento que não for saudável do armário/ geladeira e preparar uma lista com os alimentos lights (trocar o pão convencional pelo integral, as bolachas por frutas e iogurte light e assim por diante. Ir às compras;
  Eleger UM dia da semana para comer algo que esteja fora deste planejamento e não ceder e nem ser flexível nos outros dias, pois se nesta etapa você não for firme haverá grandes chances de enfraquecer sua autoconfiança. Lembre-se de que quanto mais resistir mais firme se tornará;
  Fazer registros diários de tudo o que comer e da quantidade ingerida, além dos horários;

  Mexer-se mais para ajudar o metabolismo, nem que seja uma caminhadinha três vezes na semana por 20 minutos;

Vocês querem emagrecer? Então mãos à obra. Remoer seus insucessos não vai lhe ajudar. Mexam-se. Aproveitem e colem fotos suas da época em que estavam magras (os) ou fotos de celebridades que admiram em uma folha e escreva bem grande:

FOCO – DISCIPLINA – RESISTÊNCIA

Pronto. Cole este papel em um local que possa visualizar várias vezes ao dia ou leve na bolsa.

Reflita e faça sua escolha AGORA:
Comer exageradamente e principalmente o que não é saudável te fará feliz momentaneamente, sem contar que depois a frustração ocupará a maior parte do seu tempo


Mas se você focar em mudar seu estilo alimentar e aceitar que para isso terá que abrir mão dos exageros e fazer outras escolhas, certamente se sentirá bem consigo mesmo a maior parte do tempo

 
Uma vez escrevi a respeito dos altos e baixos da R.A.. Realmente existem momentos em que nos sentimos mais firmes e outros que nem tanto. Porém, é possível retomar sempre, quem decide é você.

Sucesso à todos e forte abraço!

Psicóloga Carla Presutti

Inteiramente Linda: Retenção de líquidos: O que é e o que fazer

 Olá seguidores!

Vejam só que matéria interessante sobre retenção de líquidos que postei no meu outro blog.

Beijos e me sigam por lá também!


Acessem:

Inteiramente Linda: Retenção de líquidos: O que é e o que fazer: Olá LINDAS leitoras do blog! O assunto deste post foi sugerido pela leitora Elisangela Strapasson   e achei pertinente trazer infor...

Faça parte do Emagrecendo Com A Cabeça. Siga-nos!