Receba as atualizações, novidades, lançamentos, dicas, artigos e muito mais! Inscreva seu e-mail:

23/04/2013

Liberte-se do açúcar

Reeducar a alimentação requer entendimento do por quê ser tão difícil resistir determinados alimentos, pois assim é possível despertar uma nova consciência alimentar, bem como o desenvolvimento de estratégias para lidar com a situação.

No artigo de hoje vamos nos concentrar no “docinho nosso de cada dia”, tendo em vista que mais de 80% dos que estão acima do peso relatam que têm muita necessidade de ingerirem doces em algum período do dia. 

E por quê será que o açúcar é tão tentador? Primeiro podemos destacar que comemos pelos olhos, ou seja, o visual do alimento nos seduz por sua aparência, depois vem seu aroma e em seguida o sabor.


Também somos tentados a nos entregar aos doces dependendo de nossa vulnerabilidade psicológica. Quero dizer que se emocionalmente a pessoa não está bem, ela se torna mais suscetível a ceder à vontade de comer. Isto também pode ser explicado pelo poder que o açúcar exerce de “levantar o astral” quase que imediatamente após sua ingestão, por conta de suas substâncias que aumentam os níveis de serotonina, consequentemente causam relaxamento, sensação de bem estar ou satisfação. 

Vale compreender agora a importância de se desenvolver uma alimentação balanceada, pois segundo os nutricionistas, deixar de consumir frutas, legumes, verduras, cereais e fibras desperta no organismo uma “necessidade” de ingestão de açúcar.

E o que será que acontece se passarmos longos períodos sem nos alimentar durante o dia? O nível de glicose no sangue fica baixo e automaticamente o cérebro percebe este déficit e imediatamente  “pede” por açúcar, de modo que se regule os tais níveis de glicose. Entende agora porque é extremamente importante COMER pelo menos a CADA TRÊS HORAS?

Bem, existem muitos estudos sobre o açúcar e a conclusão é unânime: Ele não faz bem à saúde seja de quem está acima do peso ou não. Inclusive vicia igual heroína. 


Isto posto, é hora de você traçar metas para ir eliminando e evitando o máximo que puder este componente. Não precisa ser radical e retirá-lo da noite para o dia, mas pode começar todo dia um pouquinho a reduzi-lo, até o ponto de não sentir mais sua falta. 

Também sugiro que você nunca tenha no armário da sua casa ou do trabalho guloseimas. Com isso você evita ingerir doces sem planejamento quando a vontade bater. Tenha o hábito de estabelecer apenas um dia da semana para ingerir algo com açúcar branco e em pouca quantidade. Atualmente existem diversos tipos de açúcares e adoçantes, por isso peça orientação ao seu nutricionista quanto às substituições mais saudáveis que podem ser feitas, pois também existem adoçantes que embora não apresentem níveis altos de calorias, não são benéficos à saúde, e não vale pensar apenas em emagrecer, mas casar EMAGRECIMENTO com SAÚDE!

Espero que este texto lhe ajude a refletir mais um pouco sobre suas escolhas e atitudes alimentares e a continuar mudando hábitos!

Forte abraço,

Psicóloga Carla Presutti

Quer EMAGRECER de um JEITO diferente? Conheça o EMAGRECENDOCOM A CABEÇA



15/04/2013

Dicas Saudáveis

Mais um parceiro do Emagrecendo com a Cabeça:



Quer perder peso? Mude os Hábitos. Saiba por quê!
 
Se você Quer perder peso mude seus hábitos.Saiba por quê!Você acha que as dietas podem te dar um resultado duradouro?

Entenda o que as dietas e métodos milagrosos podem fazer por você e conheça os prós e contras deste tipo de alimentação...
Como perder peso de verdade mudando os hábitos: Blog Dietas

Quer ajuda para EMAGRECER? Conheça o PROGRAMA “NÃO FAÇA DIETA. MUDE HÁBITOS”!

10/04/2013

Cabeça magra e sem excessos nos finais de semana ou em eventos especiais



         Muitos que lutam contra a balança sentem-se aflitos quando têm algum evento especial ou simplesmente por chegar o final de semana.

         Realmente, estas são situações propícias aos excessos se não forem modificadas as crenças sabotadoras acerca da alimentação nestas ocasiões. 

         Pensar que você se esforçou a semana inteira e que por ser final de semana ou por participar de alguma comemoração especial você “merece” ou tem direito de cometer “excessos” indicará que sua cabeça continua gorda. Isso mesmo! Além de que implicitamente existe um desejo de se recompensar com a comida.


         Emagrecer com a cabeça implica em conscientizar-se de que não dá para acompanhar o ritmo alimentar da maioria das pessoas que convivem conosco. Infelizmente elas comem de modo inadequado e não demonstram interesse em modificar isso, portanto se você deseja emagrecer ou manter o peso conquistado terá que aceitar este primeiro fato.

         Outro ponto a considerar é que ser flexível em todos os finais de semana ou eventos especiais que participar, você terá grandes chances de aos poucos recuperar os kilos eliminados, pois ao longo de um ano somos convidados para muitas festas, nos encontramos com amigos e familiares, recebemos pessoas em casa e fazemos visitas, comemoramos datas especiais, enfim, estamos nos socializando a todo momento e exceder-se sem planejamento e com certa frequência comprometerá seus objetivos. 

         Uma desvantagem a ser destacada é que ao praticar antigos hábitos que levam ao ganho de peso, você pode ter dificuldades em entrar no ritmo novamente. Ouço muito os pacientes mencionarem que após as férias ou festas de fim de ano experimentam dificuldade de voltar aos trilhos.

         Um pensamento sabotador muito comum no momento em que se permite comer só mais um pedacinho, é: “Já comi mesmo, então para quê controlar o resto da alimentação?”    E aí o efeito é devastador, pois abre-se oportunidade para a compulsão. Mais uma vez pensar assim significa que não se emagreceu com a cabeça.


         Pois bem, já percebeu que quebrar o círculo vicioso do efeito sanfona se dá através de mudanças na mente e no modo de se relacionar (comportar) com a comida. Contudo, não quero transmitir aqui uma ideia radical em relação à ingestão alimentar. Ao meu ver, até os “excessos” podem ser planejados. 

Claro que podemos comer um pedaço a mais de algo não saudável e mais calórico, porém não em todos os eventos especiais ou finais de semana.  Basta eleger um ou dois dias no decorrer de um mês em que isto ocorrerá e sentar com seu nutricionista para que ele te oriente a administrar os grupos alimentares naquele dia de modo não acarretar em grandes prejuízos na balança, além de obter uma noção da quantidade calórica a mais que você poderá ingerir sem culpa. Por exemplo, se sua na sua alimentação diária você consome umas 1.800 calorias, ao planejar seu excesso você verificará com seu nutricionista quantas calorias a mais poderão ser acrescentadas, visto que na semana seguinte também é possível intensificar a atividade física.

Se os excessos forem conscientes e programados você estará no controle da situação. Mas não se esqueça do que foi mencionado acima sobre as desvantagens dos abusos frequentes.

Mude sua cabeça e seu comportamento e emagrecer será consequência!
Abraços,

Psicóloga Carla Presutti

Quer ajuda para EMAGRECER? Conheça o PROGRAMA “NÃO FAÇA DIETA. MUDE HÁBITOS”!
        

02/04/2013

5 dicas para entender melhor os rótulos de produtos lights

Veja o passo a passo para tirar o disfarce de alguns alimentos:




1. Compare o rótulo do light com o da versão comum. Após verificar quanto a menos de caloria ele tem, calcule se realmente faz diferença.

2. Cheque a quantidade de conservantes nos dois produtos; ganha aquele que tem menos.

3. Confira se a redução acontece apenas nos açúcares (carboidratos) ou nas gorduras (lipídios). O ideal é que esteja em ambos.

4. Observe a existência de carimbos ou registros dos serviços de inspeção, tais como Vigilância Sanitária ou Ministério da Saúde. Isso contribui para a credibilidade do produto analisado.

5. Veja o percentual de valores de ingestão diária. Esse é o número que indica o quanto se apresenta de energia e nutrientes em relação a uma dieta de 2.000 kcal.


Quer ajuda para EMAGRECER? Conheça o PROGRAMA “NÃO FAÇA DIETA. MUDE HÁBITOS”!

Faça parte do Emagrecendo Com A Cabeça. Siga-nos!