Receba as atualizações, novidades, lançamentos, dicas, artigos e muito mais! Inscreva seu e-mail:

21/05/2013

Estou realmente com FOME?

Sempre que tiver um impulso de abrir a geladeira, pergunte-se:

"Estou com FOME ou com VONTADE DE COMER?"



A dica é: Tenha sempre clareza se o que está sentindo não é vontade de comer. Desenvolva o hábito de observar seu estômago e sempre dê uma nota de 0 à 10 para ter ideia da intensidade desta fome. Coma de 3 em 3 horas e EVITE ficar com fome de verdade. Por ela ser um instinto, no momento em que se está faminto se torna mais difícil contê-la e alimentar-se adequadamente.


Tome cuidado também para não ceder à vontade de comer com "muita frequência", pois esta atitude enfraquece sua autoconfiança e o seu senso de capacidade em promover mudanças.

“Não faça dieta. Mude hábitos!”

Quer EMAGRECER de um JEITO diferente? Conheça o EMAGRECENDO COM A CABEÇA

07/05/2013

Nova mulher, Karina Bastos emagreceu com a cabeça



Olá leitores!

Hoje trago um depoimento emocionante de uma linda que realizou sessões do EMAGRECENDO COM A CABEÇA e hoje mantém a forma física conquistada. 



Karina Bastos, 30 anos, designer gráfico, de São Paulo foi uma das ganhadoras de um concurso realizado pela probiótica no final do ano passado, o Projeto Verão Beauty Inside, projeto este que gostei muito de participar como uma das profissionais que acompanhou as garotas, visto que os organizadores acertaram em cheio quando integraram mente e corpo neste processo: Nutrição, Personal Trainer, Personal Style e Psicologia. 

Estou muito orgulhosa da Karininha, pois um dos objetivos principais do meu programa de emagrecimento é conscientizar a pessoa de que é necessário mudar seu estilo de vida e consequentemente a manutenção do peso poderá ser a longo prazo, e ela mostrou que compreendeu o que significa não fazer dieta e sim mudar hábitos! rs

Então, faça como ela, mude sua cabeça e emagreça! rs


Há uns 6 anos travo uma batalha constante com a balança. Sofria com o efeito sanfona, tinha fase que estava bem, fase que estava mais cheinha. 

Meu armário, inclusive, era preparado para esses 2 momentos. Até que um dia percebi que havia "errado a mão"! Quando me dei conta estava 16 kg acima do meu peso de quando era jovem e pra completar estava no ano em que iria completar 30 anos, ou seja, metabolismo mais lento!!

Tinha tentado várias dietas de curto prazo, emagrecia para a ocasião e em seguida ganhava tudo de novo e mais um pouco. Isso foi em maio do ano passado e foi então que resolvi procurar ajuda. Através de um nutricionista funcional comecei o processo de emagrecimento, ele me indicou a reeducação alimentar e quando já havia emagrecido 8 kg tive a sorte de ser selecionada num concurso cultural e participar do Projeto Verão Beauty Inside.

Ali foi a mudança que, de fato, minha vida precisava. Além de ter continuado o trabalho da reeducação com uma nutricionista, ganhei uma consultora de imagem e atendimento com a psicóloga Dra. Carla Presutti, idealizadora do Emagrecendo com a cabeça. Eu recebi a notícia que havia ganhado 1 dia antes de completar 30 anos! :)


O que eu aprendi com a psicóloga é o que levo até hoje pra minha vida e me fez me livrar de vez do efeito sanfona. Sinto que descobri o caminho.

Por ser uma pessoa extremamente ansiosa sempre descontei na comida, mas com o aprendizado do Emagrecendo com a Cabeça, adquiri o hábito de fazer atividade física 4x por semana e assim canalizar toda minha ansiedade. Aprendi a lidar com as emoções e principalmente a gostar de mim. Hoje em dia me cuido, tanto na parte física como na emocional, me sinto bonita, confiante. Como super bem durante a semana e no dia do lixo me permito. Agora estou na fase que considero a mais difícil que é a manutenção do peso. Já faz 4 meses que acabei o Projeto Verão e mantenho os mesmo hábitos adquiridos no processo e por consequência meu peso hoje em dia varia apenas 1,5 kg durante a semana. Sinto, de verdade, que sou capaz de manter meu peso e assim o farei por um bom tempo.

Como aprendi muito nesse processo de emagrecimento e minhas amigas vivem me pedindo dicas, resolvi compartilhar o que aprendi através de um blog o Amanhã eu Começo, porque o que você vai começar a fazer? Pode ser amanhã, mas tem que ser!



Páginas da Karina:
 Blog

Quer EMAGRECER de um JEITO diferente? Faça como a Karina, Conheça o EMAGRECENDO COM A CABEÇA


Nem sempre o que nos dá prazer é o melhor para nós

O hábito difere do instinto, que é um comportamento inato, não aprendido.  E é por isso que discordo quando dizem que temos que “fazer somente o que nos dá prazer”. Considero esta ideia irrealista, pois imagine se na vida só fizéssemos o que nos causa satisfação? 

Conscientizar-se de que nem tudo que é prazeroso nos é benéfico, bem como muitas coisas que não nos desperta interesse nos fará muito bem é um grande passo rumo à mudança de atitudes.


Podemos aprender novos hábitos e até mesmo pegar “gosto” por eles.
Concordo que não iremos sentir grande motivação por tudo, mas podemos começar a identificar aquilo que não nos é tão prazeroso, mas que esteja ao nosso alcance de realizar.

Não adianta... a razão sempre conflitará com a emoção. Quem deve ganhar? Aquela que lhe proporcionará o alcance de suas metas e consequentemente lhe gerar sentimentos de satisfação pela “coisa” conquistada, seja o emagrecimento, um corpo definido e etc.

Mude sua cabeça!

Forte abraço,

Psicóloga Carla Presutti

Quer EMAGRECER de um JEITO diferente? Conheça o EMAGRECENDO COM A CABEÇA

03/05/2013

Reaprenda a degustar os alimentos

Reeducar a alimentação implica em mudar hábitos e um hábito fundamental neste processo é reaprender a DEGUSTAR o alimento.


Precisamos dar tempo ao cérebro para perceber que estamos nos alimentando, caso contrário o impulso de comer é fatal. Quantas vezes você comeu algo que ao terminar de engolir se deu conta de que nem prestou atenção no sabor? Este comportamento lhe deixa vulnerável a comer mais. Então, vamos mudar isso AGORA:

1)   Crie a regra de NUNCA MAIS comer em pé
2)   Se alimente sempre prestando MUITA ATENÇÃO em cada pedaço colocado na boca
3)   Avalie SEMPRE a intensidade de sua fome (pouca, média ou muita), porém não a confunda com vontade de comer
4)   Ao estar diante do alimento, observe: quantidade, cheiro, aspecto, outros
5)   Ao colocá-lo na boca, em pedaços pequenos, note: textura, sabor, o quanto gosta deste alimento, outros
6)   Mastigue cada garfada PELO MENOS quinze vezes
7)   Descanse os talheres entre uma garfada e outra
8)   No dia a dia procure informar-se sobre os alimentos, como quantidade calórica por porção, qual grupo alimentar pertence, outros


Conscientize-se de que para mudar atitudes é necessário prestar muita atenção no comportamento a ser modificado, bem como insistência nas ações novas, por isso, foque nesta meta de REAPRENDER A DEGUSTAR os alimentos diariamente e toda vez que for comer, e não de vez em quando.

Forte abraço,

Psicóloga Clínica Carla Presutti

"Não faça dieta. Mude hábitos!"
 
Quer EMAGRECER de um JEITO diferente? Conheça o EMAGRECENDO COM A CABEÇA

Faça parte do Emagrecendo Com A Cabeça. Siga-nos!